Eu amo Minas Gerais


Ouro Preto, no inverno



Escrito por Carla Lage às 10:24 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




INVERNO EM MINAS GERAIS


Entrem nos seguintes sites:

http://www.overmundo.com.br/agenda/festivais-de-inverno

http://www.invernocultural.ufsj.edu.br/

http://67.15.207.14/~invernoc/cidades.php?menu=700

http://www.ufmg.br/festival/proposta.html

http://www.promusica.org.br/

http://www.guiamacacos.com.br/festivalinverno3.html

http://www.institutomilhoverde.org.br/8encontro.htm

http://www.itapecericamg.com/pagina/index.html

http://www.imha.org.br/joomla/index.php?option=com_content&task=view&id=12&Itemid=25


Escrito por Carla Lage às 9:04 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




EU AMO MINAS GERAIS



Escrito por Carla Lage às 2:56 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Conheçam o Parque!!!

Vou mostrar pra vocês a maravilha que meu amor me apresentou e que eu recomendo muitíssimo!!!

PARQUE NACIONAL DO ITATIAIA

Localização: RJ/MG - Resende/ltamonte, Alagoas e Bocaina de Minas Área: 30.000ha

Perímetro: 90 km

Clima: Quente úmido com l a 2 meses secos - Tropical

Temperatura: média anual 20 a 22ºC

máxima absoluta 36 a 38ºC

mínima absoluta O a 4ºC

Pluviosidade: entre 1250 e l500mm anuais

Relevo: Montanhoso Visitantes/ano: 100.000

 

O Parque Nacional do Itatiaia é a mais antiga Unidade de Conservação federal que tem como objetivo conservar e preservar, para fins científicos, educacionais, paisagísticos e recreativos, os seus patrimônios cultural e natural. Foi fundado em 14 de junho de 1937, sendo o primeiro parque nacional a ser criado no Brasil com urna área de 12.000 ha. Em 1982 sua área foi ampliada para 30.000 ha.

O Parque está localizado no Maciço do Itatiaia, na Serra da Mantiqueira. O nome Itatiaia significa "Pedra Cheia de Pontas" devido ao aspecto de suas formações rochosas. Fica situado a sudoeste do Estado do Rio de Janeiro em terras dos municípios de Resende e Itatiaia e ao sul de Minas Gerais nos municípios de Bocaina de Minas, Alagoa e Itamonte. Sua área de atuação estende-se por uma faixa de 10 km de largura além de seus limites, totalizando 120.000 ha.

O Parque foi definido por Hubmayer como "sem igual no mundo, estaria às portas da bela capital, oferecendo, portanto, aos cientistas e estudiosos, inesgotável potencial para pesquisas, as mais diversas, além de oferecer um retiro ideal para a reconstituição física e psicológica após o trabalho exaustivo nas cidades. Outrossim, apresentaria fonte de satisfação a excursionistas e visitantes curiosos dos atrativos da natureza local."

Escrito por Carla Lage às 1:23 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




continua

O Parque possui as seguintes atrações:

-        O Mirante do último Adeus é uma formação rochosa de 90 metros de altura de onde você pode observar uma belíssima paisagem panorâmica do Parque, de suas matas e do Rio Campo Belo.

-        O Centro de Visitantes é composto de Museu Regional da Fauna e Flora, biblioteca técnico-científica, auditório com 64 lugares e laboratório científico. O museu contém exemplares da fauna e flora da região, cujo acervo possui grande valor científico. Plantas, mamíferos, répteis, aves e insetos estão em exposição permanente e representam uma amostra da riqueza natural do Parque. A biblioteca possui importantes obras raras e documentos para apoio a pesquisas. O Centro de Visitantes também é responsável pelo Núcleo de Educação Ambiental e pelo Núcleo de Pesquisa.

-        O Lago Azul é um lago natural do Rio Campo Belo sendo o local recomendado para banho de cachoeira. Possui quiosques com churrasqueiras, os quais podem ser usados mediante reserva antecipada na administração ou no portão principal do Parque.

-        Cachoeira Poranga - Cachoeira de grande volume que cai em uma piscina natural. Tanto a trilha de acesso quanto o banho de rio exigem alguma experiência do visitante.

-        Piscina Natural do Maromba - A 1.100 metros de altitude, onde o rio se acalma para formar uma grande piscina natural. De grandes dimensões, a piscina natural é muito utilizada por banhistas experientes.

- Cachoeira ltaporani - No final de uma trilha que penetra pela mata o visitante depara-se com esta bela cachoeira e com o lago que ela forma.



Escrito por Carla Lage às 1:22 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




continua

-        Véu de Noiva - No final de uma rústica picada, com pontes e escadas de madeira ou pedra, chega-se ao Córrego Maromba que cai repentinamente de uma altura de 40 metros formando esta belíssima cachoeira. Na época do verão suas águas se avolumam fazendo jus ao nome.

-        Três Picos - Localizado no final de uma trilha de 6 km por dentro da Mata Atlântica, os Três Picos oferece uma visão do vale do Rio Paraíba, do Parque e dos contrafortes da Serra da Mantiqueira.

-        Abrigo Rebouças - Abrigo para 28 pessoas, localizado à 2540 metros de altitude. É utilizado por grupos de pesquisadores e montanhistas, As forças armadas também utilizam este abrigo para treinamento em montanha. A estrada de acesso ao abrigo é a mais alta do país atingindo a altitude de 2.500 metros. No inverno a temperatura de até 15 graus negativos provoca geadas e, menos freqüentemente, neve. A umidade é extremamente baixa e, devido à vegetação rasteira da região, é grande o risco de incêndios florestais.

-        Prateleiras - É uma interessante formação rochosa muito procurada por alpinistas. De seu topo descortina-se belíssima paisagem do vale do rio Paraíba do Sul. Possui diversas vias de escalada de diversos graus de dificuldade. Próximo às Prateleiras existem diversos lagos e curiosas formações rochosas como a Pedra da Tartaruga, a Pedra da Maçã e a Pedra Assentada.

-        Agulhas Negras - Seu pico culminante, o Itatiaiaçu, é o ponto mais alto do Estado do Rio de Janeiro com 2787 metros de altitude e o sétimo mais alto do país. Possui diversas vias de escalada.

-        Pedra do Altar - Formação rochosa acessível por caminhada através de uma trilha. Possui uma face com diversas vias de escalada de elevado grau de dificuldade.

-        Cachoeira do Aiuruoca - O rio Aiuruoca nasce no Planalto do Itatiaia e vai desaguar no rio Grande, no sul de Minas Gerais. Uma trilha de 6 km acessa esta belíssima cachoeira de águas geladas.

-        Entre as espécies animais ocorrentes na área do Parque, o muriqui maior primata neotropical, o sagüi, a onça, a suçuarana, o lobo-guará, a harpia e a jacutinga encontram-se ameaçados de extinção.

-        A avifauna típica é composta pelo macuco, inhambu-açu, jacu, pomba-amargosa e cuiu-cuiu. Entre os mamíferos merecem destaque a preguiça, a lontra e a anta.

-        Dos répteis, além dos ofídios peçonhentos, o teiú e a tartaruga d'água.



Escrito por Carla Lage às 1:18 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O Parque é lindo!!!



Escrito por Carla Lage às 1:16 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pico das Agulhas Negras e Prateleiras

     

Escrito por Carla Lage às 1:14 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mais uma imagem e Cachoeira Véu de Noiva.

  

Escrito por Carla Lage às 1:12 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Babem!!!

    

Escrito por Carla Lage às 1:08 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Essa é a outra parte da Cachoeira... Nossa! Eu tinha andado muito, meu cabelo estava todo atrapalhado!!! Estava quase morta!!! Mas só de olhar a cachoeira eu fiquei relaxada e feliz!!! E viva Minas!!



Escrito por Carla Lage às 11:33 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Uma cachoeira da Serra do Cipó... Olha onde colocaram uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida... Liiiiinnnnddddooooo!!!

  

Escrito por Carla Lage às 11:20 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Algumas fotos que tirei na Serra do Cipó.

 

 



Escrito por Carla Lage às 11:17 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Estas são paisagens que vemos na estradinha que leva a Capitólio/MG - era final de tarde... muito lindo!!!

 

Escrito por Carla Lage às 10:53 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Estas são paisagens de uma das estradas de Minas Gerais - Liga Formiga à Passos

  

Escrito por Carla Lage às 10:50 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Vocês gostariam de ter alguma destas "casinhas"?

  

Escrito por Carla Lage às 10:44 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Outras fotos do Canyon - Procurem-me nas fotos!!!

        

Escrito por Carla Lage às 10:36 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CRUZEIRO ESPORTE CLUBE: O MELHOR TIME DE FUTEBOL DO BRASIL!!!



Escrito por Carla Lage às 12:40 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Minas são muitas!

Aqui vocês vão conhecer um pouquinho das paisagens mineiras. Então, vamos lá, divirtam-se e se deliciem!

     

                                   Ouro Preto                                      

                                               

                                                          Diamantina

   

                              Serro                                    Tiradentes



Escrito por Carla Lage às 7:35 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Algumas Grutas de Minas Gerais

Gruta da Lapinha

Gruta de Maquiné



Escrito por Carla Lage às 7:25 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Parques Florestais de Minas Gerais

                                   

                                                Parque do Canastra                                             

                                                      

                                                             Parque do Caraça

                            

                    Parque da Serra do Cipó                       Parque do Ibitipoca

                     

                           Parque do Rio Doce



Escrito por Carla Lage às 6:47 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Belo Horizonte

                  Aqui vou mostrar a cidade em que eu vivo. Eu amo minha BH! Agora babem com as paisagens a seguir:

                                 

                                                              Praça da Estação

                                                        

                                            Centro de Cultura                                

                           

                                  Praça Sete

                                             

                           Minas Centro (Convenções): Onde ocorreu minha Colação de Grau em 31 de janeiro de 2003. Eu me formei Bacharel em Direito.



Escrito por Carla Lage às 6:34 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Algumas Igrejas e Praça do Papa

             

           Igreja da Boa Viagem                        Igreja de Lourdes

      

                                     Praça do Papa



Escrito por Carla Lage às 6:21 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pampulha

     

                                  Museu de Arte da Pampulha

                                              

                         Mineirão e Mineirinho (ao fundo): Locais onde o Cruzeiro Esporte Clube impera!

                                       ZEEEEEEEEEEEEEEEEEERRRRRRRRRRRRRRROOOOOOOOOOOOOOOOOO!

É CAMPEÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOOO!

 

                                                                       

                                                                                    Igreja de São Francisco

 



Escrito por Carla Lage às 6:14 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Parque das Mangabeiras

                                                     

                                         

                                                               



Escrito por Carla Lage às 6:05 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Parque Municipal

                                 

                                           

                



Escrito por Carla Lage às 6:01 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Praça da Liberdade

                                

                                                      



Escrito por Carla Lage às 5:54 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Flávio Venturini

                                                                        

                                                                      CD Trem Azul            

 

                                                         

                                                                               Foto do CD Noites com Sol

 

ESPANHOLA

Flávio Venturini / Guarabira

 

Por tantas vezes

Eu andei mentindo

Só por não poder

Te ver chorando

Te amo espanhola... te amo Espanhola

Se for chorar te amo

Sempre assim, cai o dia e é assim

Cai a noite e é assim

Essa lua sobre mim

Essa fruta sobre o meu paladar

Nunca mais quero ver você me olhar

Sem me entender em mim

Eu preciso lhe falar

Eu preciso, eu tenho que lhe contar

 

 

 



Escrito por Carla Lage às 4:53 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Algumas do Clube da Esquina

TRAVESSIA

Milton Nascimento/ Fernando Brant

 

Quando você foi embora fez-se noite em meu viver

Forte eu sou, mas não tem jeito, hoje eu tenho que chorar

Minha casa não é minha, e nem é meu este lugar

Estou só e não resisto, muito tenho prá falar

Solto a voz nas estradas, já não quero parar

Meu caminho é de pedras, como posso sonhar

Sonho feito de brisa, vento vem terminar

Vou fechar o meu pranto, vou querer me matar

Vou seguindo pela vida, me esquecendo de você

Eu não quero mais a morte, tenho muito que viver

Vou querer amar de novo e se não der não vou sofrer

Já não sonho, hoje faço com meu braço o meu viver

Solto a voz nas estradas, já não quero parar

Meu caminho é de pedras, como posso sonhar

Sonho feito de brisa, vento vem terminar

Vou fechar o meu pranto, vou querer me matar

Vou seguindo pela vida, me esquecendo de você

Eu não quero mais a morte, tenho muito que viver

Vou querer amar de novo e se não der não vou sofrer

Já não sonho, hoje faço com meu braço o meu viver



Escrito por Carla Lage às 1:46 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CLUBE DA ESQUINA II

Milton Nascimento / Lô Borges / Márcio Borges

 

Porque se chamava moço

Também se chamava estrada

Viagem de ventania

Nem lembra se olhou pra trás

Ao primeiro passo, aço, aço...

Porque se chamava homem

Também se chamavam sonhos

E sonhos não envelhecem

Em meio a tantos gases lacrimogêneos

Ficam calmos, calmos...

E  lá se vai mais um dia

E basta contar compasso

E basta contar consigo

Que a chama não tem pavio

De tudo se faz canção e o coração

Na curva de um rio, rio...

E  lá se vai mais um dia

E o Rio de asfalto e gente

Entorna pelas ladeiras

Entope o meio-fio

Esquina mais de um milhão quero ver então

A gente, gente, gente...

E  lá se vai mais um dia



Escrito por Carla Lage às 1:45 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




NOITES COM SOL

Flávio Venturini e Ronaldo Bastos

 

Ouvi dizer que são milagre

Noites com sol

Mas hoje eu sei não são miragem

Noites com sol

Posso entender o que diz a rosa

Ao rouxinol

Peço um amor que me conceda

Noites com sol

Onde só tem o breu

Vem me trazer o sol

Vem me trazer amor

Pode abrir a janela

Noites com sol e neblina

Deixa rolar nas retinas

Deixa entrar o sol

Livre serás se não te prendem, constelações

Então verás que não se vendem,

Ilusões

Vem que eu estou tão só

Vamos fazer amor

Vem me trazer o sol

Vem me livrar do abandono

Meu coração não tem dono

Vem me aquecer nesse outono

Deixa o sol entrar

Pode abrir as janelas

Noites com sol são mais belas

Certas canções são eternas

Deixa o sol entrar

Escrito por Carla Lage às 1:43 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Milton Nascimento

 

 “Quando comecei a compor, falei para mim mesmo e para meus parceiros que, se não cantasse a verdade, eu não cantaria. E isso me deu um crédito enorme.

As pessoas que ouvem as minhas músicas sabem que estou falando o que sinto.”

Milton Nascimento

 



Escrito por Carla Lage às 12:30 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CLUBE DA ESQUINA

No "quarto dos homens" da casa dos Borges, surgiu um estilo musical universal em noites regadas a batidas de limão. Enquanto os garotos Lô Borges e Beto Guedes devoravam discos dos Beatles, Bituca encontrava Fernando Brant e "Travessia" mostrava ao Brasil como a música podia se elevar ao sublime, ao divino.

 

Nascido no Rio de Janeiro em 26 de outubro de 1942, logo em seguida foi para Três Pontas, Minas Gerais, para morar com seus pais adotivos. Passou aí sua infância, tirando sons do acordeão que ganhara num aniversário e inventando histórias que musicava. Aprendeu também violão e piano. É da infância também que vem seu apelido de Bituca, por causa dos "bicos" que fazia quando ficava irritado e chateado.

Ainda adolescente, formou o conjunto Luar de Prata, já tendo Wagner Tiso como um dos participantes. Tocavam rock and roll e Dorival Caymmi, Tom Jobim e Luiz Bonfá. Nesta época Milton, já trabalhava na rádio Três Pontas, MG, a exemplo de seu pai, onde só havia praticamente discos de música espanhola.

Como disk-jockey, locutor e diretor da rádio, ouvia Malaguenã o dia todo, recebendo a forte latinidade que mais tarde influenciaria suas músicas. E esta foi a primeira música que cantou em público, como crooner do conjunto W's Boys, nos idos de 63 e 64, grupo formado com Wagner Tiso o W' Boys – já que todos os componentes do conjunto tinham nomes ou sobrenomes começados com "W" - Wagner, Waltinho, Wilson, Wanderley -, com exceção de Milton, que acabou se transformando em "Wilton" na época para poder formar os W' Boys. "Crooner" acabou se transformando no nome de seu último trabalho neste ano de 1999, em referência e homenagem a essa época, e a todos que cantam na noite.

O conjunto, que animava os bailes de Minas Gerais, gravou seu primeiro compacto. Milton transferiu-se então para Belo Horizonte, onde trabalhou como datilógrafo, ou escriturário como gostava de ser chamado, o melhor como ele dizia, e formou novamente com Wagner Tiso uma outra banda da noite, o Berimbau Trio.

Conheceu vários músicos, no Ponto dos Músicos em Belo Horizonte e através de um desses músicos - Marilton – inicia a amizade com Márcio Borges, irmão de Marilton, que viria a ser seu primeiro e um dos principais parceiros musicais. Freqüentando a casa do Márcio no Levy, prédio onde Milton também morava, só que em uma pensão, torna-se amigo de toda a família, inclusive de um garotinho de dez anos – Lô Borges – que viria a ser um de seus grandes parceiros.

Junto com Márcio, um dos maiores incentivadores de Milton em sua formação como músico e compositor, assistiu a um filme de François Truffaut, Jules et Jim, filme este que acabou mudando a vida de ambos, para sempre. Tanto, que Márcio Borges narra em seu livro "Os Sonhos não Envelhecem" que a partir daquele filme, "... uma nova história começava a se escrever ali mesmo para nós, naquele instante, e que as eras poderiam se dividir, a partir desse fato consumado, em A.J.J. e D.J.J.; isto é, Antes de Jules e Jim e Depois de Jules e Jim. Saíram três músicas nessa noite: ‘Paz do Amor que Vem (Novena)’, ‘Gira-Girou’ e ‘Crença’".

A medida que ia conhecendo mais pessoas, também conheceu aquele que viria a ser seu principal parceiro – Fernando Brant. Em 1967, chegou o grande momento de sua carreira, com Travessia classificada no II Festival Internacional da Canção do Rio de Janeiro. Antes disso havia tentado por duas vezes, em dois Festivais, mas as músicas que ele e Márcio Borges escreveram, acabaram nem se classificando. Havia prometido não participar de nenhum festival, mas Agostinho dos Santos, seu protetor em São Paulo - onde Bituca estava morando por uma temporada -, sem que Bituca soubesse inscreveu três músicas suas.

As três - Maria Minha Fé, Morro Velho e Travessia - se classificaram e foram pra final. As duas primeiras com letra e música dele e a terceira, sua primeira parceria com Fernando Brant. Parceria que aconteceu, depois de Milton ter feito a música e ter pedido para o Brant colocar a letra. Fernando Brant, então disse que nunca havia feito uma composição, mas Milton insistiu, e esta, acabou se tornando a música segunda colocada daquele ano, e uma música que marcou para sempre a história da música brasileira.



Escrito por Carla Lage às 12:25 PM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Algumas do Drummond

Desenho de Carlos Lyra

    Memória

    Amar o perdido
    deixa confundido
    este coração.

    Nada pode o olvido
    contra o sem sentido
    apelo do Não.

    As coisas tangíveis
    tornam-se insensíveis
    à palma da mão

    Mas as coisas findas
    muito mais que lindas,
    essas ficarão.

Amar

Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados, amar?

Que pode, pergunto, o ser amoroso,
sozinho, em rotação universal, senão
rodar também, e amar?
amar o que o mar traz à praia,
e o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?

Amar solenemente as palmas do deserto,
o que é entrega ou adoração expectante,
e amar o inóspito, o áspero,
um vaso sem flor, um chão de ferro,
e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave de rapina.

Este o nosso destino: amor sem conta,
distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.

Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa
amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.

 

Amor e seu tempo

Amor é privilégio de maduros
estendidos na mais estreita cama,
que se torna a mais larga e mais relvosa,
roçando, em cada poro, o céu do corpo.

É isto, amor: o ganho não previsto,
o prêmio subterrâneo e coruscante,
leitura de relâmpago cifrado,
que, decifrado, nada mais existe

valendo a pena e o preço do terrestre,
salvo o minuto de ouro no relógio
minúsculo, vibrando no crepúsculo.

Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida. Amor começa tarde.

Poesia

Gastei uma hora pensando um verso
que a pena não quer escrever.
No entanto ele está cá dentro
inquieto, vivo.
Ele está cá dentro
e não quer sair.
Mas a poesia deste momento
inunda minha vida inteira.

 

 Carlos Drummond de Andrade



Escrito por Carla Lage às 10:48 AM
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Arte e cultura, Música, Livros e Cinema
MSN -
Histórico
Outros sites
  UOL
  Memória Viva - Drummond
  Milton Nascimento - Site não oficial
  Flávio Venturine Site Oficial
  Site da Globo Minas
  Site da Prefeitura de Belo Horizonte
  Serra do Cipó - Maravilhoso!
  Site As Minas Gerais - Veja fotos e o VenhameVERDEperto
  CRUZEIRO O MELHOR
  Centro de BH - comércio, dentre outras coisas
  Quase tudo pra se divertir em BH
  Muito bom... Compras!!!
Votação
  Dê uma nota para meu blog